ACM Neto acusa governo do PT de perseguição: ‘Coisa inaceitável, ditatorial’

0 35

O pré-candidato a governador ainda falou sobre ameaças a prefeitos do interior

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) acusou, durante discurso na Câmara Municipal de Guajeru, no Sudoeste da Bahia nesta quinta-feira (19), o Governo do Estado de perseguição e ameaça a prefeitos do interior.

Neto declarou que o governo tem pressionado os prefeitos para que se posicionem politicamente a favor do pré-candidato do PT ao Palácio de Ondina. 

“Agora mesmo a gente tem acompanhado lamentavelmente o Governo do Estado chamar os prefeitos, ameaçar. Dizem que, se não tirar uma foto, se não postar na rede social, se não colocar foto no WhatsApp e no Instagram, não vai receber o convênio, que a cidade não vai ser ajudada”, disse.

O ex-prefeito de Salvador condenou a prática. “Isso é um absurdo, é uma coisa inaceitável, uma coisa ditatorial. Mas tudo bem, sabe por quê? Porque nada disso é mais forte do que a vontade do povo. Quando o povo quer uma coisa, acabou, não tem força que segure. E a beleza da democracia é essa, quando chega na hora da eleição é só cada pessoa, sua consciência e mais nada. O voto, graças a Deus, é secreto e inviolável. Cada pessoa pode ir lá e escolher pensando no melhor para o seu futuro”. Fonte: Bahia.ba

Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais