Em Santaluz, prefeito da base de Rui reafirma apoio a Neto

0 8

Pré-candidato a governador participou de ato político com lideranças de mais de 30 municípios

Em Santaluz, o pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil), participou de ato político ao lado do prefeito Dr. Arismário Barbosa (Avante) e de lideranças de mais de 30 cidades, além de pré-candidatos a deputado e Cacá Leão, pré-candidato a senador

Arismário é filiado a um partido da base governista, mas declarou apoio a ACM Neto há um mês: “Fui muitas vezes à governadoria e nunca fui atendido. Fazia pedidos aos deputados para ter uma audiência com o atual governador, que não preciso falar o nome porque agora só lembro o do próximo governador: ACM Neto”, disse.

O prefeito integrava a base petista e chegou a posar para uma foto com o pré-candidato do PT ao governo, mas decidiu marchar com Neto. “Passou mais de um ano para que eu tivesse uma audiência, já às vésperas da eleição. Com Neto, já fui recebido no gabinete antes mesmo de assumir. Nós sabemos que ele vai fazer a diferença, porque sei que o compromisso dele com o nosso município é verdadeiro”, completou Arismário.

Em seu oitavo evento na região neste final de semana – passou antes por São Domingos, Retirolândia, Valente, Riachão do Jacuípe, Pé de Serra, Cansanção, Queimadas e Santaluz – Neto reuniu 12 prefeitos. Entre eles Reges Aragão (PP), de Ituberá; Adilson Leite (Avante), de Jandaíra; Daiane dos Anjos (PSD), de Itatim; Joãozinho (UB), de Várzea Nova. O ato também marcou o lançamento da pré-campanha a deputado estadual de Marcinho Oliveira (UB).

“Estava aqui ouvindo o prefeito Arismário, que trouxe o apoio para a nossa pré-campanha. Mostrando que as adesões estão acontecendo em toda a Bahia. Isso reforça ainda mais a convicção numa vitória em outubro. Muita gente, graças a Deus, está vindo pra cá, porque aí está a maior demonstração de que os baianos despertaram para a necessidade da mudança”, afirmou Neto.

Neto lembrou da reunião que teve com Arismário: “Ele disse ‘Neto, estamos sendo perseguidos, o governo me chamou no CAB e disse que só daria convênio se estivesse ao lado do pré-candidato do governo’. Isso é uma vergonha! O governador tem a obrigação de governar para todos, obrigação de ser parceiro de todos os prefeitos. Mas, aqui na Bahia, a regra que vale é que o governo só estende as mãos aos prefeitos que dizem amém para o governador”.

O evento no Sisal Clube reuniu lideranças de mais de 30 municípios como Crisópolis, Cansanção, Chorrochó, Paulo Afonso, Euclides da Cunha, Quijingue, Uauá, Monte Santo, Conceição do Coité, Campo Formoso, Alcobaça, Andaraí, Teofilândia, Feira de Santana, Ribeira do Pombal, Ribeira do Amparo, Serrinha, Araci, São Domingos, Ichu, Jaguarari, Ourolândia, Macururé, Queimadas, Retirolândia, Abaré, Canudos e Gandu.

Neto voltou a criticar o que chamou de perseguição do governo aos prefeitos. “Nós não aceitamos esse modo de governar, da intimidação. É uma pena, porque eles não estão prejudicando os prefeitos. Eles estão prejudicando o povo. E vocês já viram o resultado disso, são 16 anos e quase nada fizeram em Santaluz, 16 anos é uma vida, é tempo suficiente para fazer muita coisa”, disse.

Agenda
Antes de Santaluz, Neto foi no sábado a Queimadas, onde também foi recebido por lideranças e fez ato político no Lions Clube. “A palavra mudança está cada vez mais forte na nossa caminhada, porque essa palavra, ‘mudança’, é a resposta que podemos dar quando nada está certo”, discursou.

Neste domingo (19), ACM Neto e Cacá Leão (PP) vão a Barrocas, também na região sisaleira, onde serão recebidos pelo prefeito Jai (PSD). A dupla participa da inauguração do Estádio Municipal e depois realizam ato político no Clube de Campo Selão. Fonte: Bahia.ba

Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais