Wenceslau Guimarães: Promotoria aciona prefeito acusado de furar fila de vacina

Foto: Reprodução / Políticos do Sul da Bahia
0 12

O Ministério Público do Estado (MP-BA) acionou na Justiça o prefeito de Wenceslau Guimarães, no Baixo Sul, Carlos Alberto, o Kaká (Republicanos), acusado de furar a fica da vacina contra o novo coronavírus. O parquet ainda ajuizou a ação civil contra a coordenadora de vigilância epidemiológica municipal, Jucineide Ferreira Cordeiro de Assis.

Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, o promotor Rodrigo Pereira informou que o gestor, que tem 39 anos, só deveria ser incluído na segunda fase da campanha de imunização. Após análise de planilhas de controle, o promotor declarou que o prefeito foi enquadrado na categoria de “Trabalhadores da Saúde”, mas na fase 3 da vacinação, após serem contempladas 888 pessoas do primeiro grupo prioritário.

BN

Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais